Tenha mais controle na gestão e melhore a rentabilidade de seu estoque

Agrupei em 5 dicas para melhorar a gestão de seu estoque que considero ser fundamental para qualquer negócio. Quando aplicadas elas podem melhorar, além do estoque, o fluxo de caixa de sua empresa.

O estoque de uma empresa é o departamento que merece atenção constante pois é nele que está o que nos faz ganhar dinheiro, ou perder caso não seja bem administrado. Tudo deve ser considerado, desde o produto armazenado até o espaço físico, sim o m², ele também é um recurso caro que pode estar sendo desperdiçado. Ao contrário da prática de muitos gestores, o estoque não deve ser considerado um porão onde se entulham produtos, mas sim um setor chave para o sucesso de qualquer negócio.

1 – Tenha uma equipe responsável

Os profissionais de estoque devem estar cientes da importância de seu papel dentro da empresa, eles são mais que carregadores e separadores, são gestores de tudo que será entregue para seus clientes. A responsabilidade em se ter um ambiente limpo e com produtos bem armazenados é responsabilidade da equipe do estoque. Seu cliente não pode receber produtos com embalagens avariadas ou demasiadamente sujas, isso passa a impressão de desleixo e desorganização.

Evite deixar o estoque sem supervisão, isso abre oportunidades para ações negativas que não poderão ser auditadas posteriormente. Se não confiar em sua equipe de estoque, então você não tem uma equipe de estoque.

2 – Contabilize e organize seu estoque

Faça contagens periódicas no seu estoque e trate as divergências com atenção, assim você conseguirá identificar as ações que causam as divergências e as corrigir. Saber o quanto tem armazenado de cada produto é fundamental para saúde de sua empresa, pois evita compras desnecessárias e possibilita a correta reposição dos produtos em falta.

Sempre que possível, setorize seu estoque. Separe-o por ruas, blocos, e níveis de armazenamento e tenha um mapa do armazenamento dos itens. Assim um novo membro da equipe saberá onde deverá armazenar ou retirar um produto sem que tenha que procurar por todo o estoque.

Fique atento aos produtos com restrição de armazenamento, sempre veja a temperatura, umidade e posições corretas de armazenamento, com isso você evita perdas por armazenamento incorreto.

Utilize técnicas de armazenamento de acordo com os produtos que trabalha. Geralmente se usa o PEPS (FIFO em ingles)  (Primeiro que entra é o primeiro que sai), mas em casos de produtos com data de vencimento deve-se utilizar o PVPS (FEFO em inglês) (Primeiro que vence é o primeiro que sai).

3 – Use a demanda como base para compras

Por mais “ninja” que um comprador seja, ele não deve usar seu “feeling” para repor os estoques. Para uma boa gestão de estoques, suas compras devem se basear nas vendas dos produtos. Use seu histórico de vendas para acompanhar as medias de venda dos produtos e veja a autonomia que seu estoque atual irá te fornecer e faça as reposições de modo a complementar esse estoque levando em consideração o tempo de reposição. Fique atento aos produtos com vendas sazonais, elas podem atrapalhar suas métricas, sempre que tiver duvidas, amplie as datas da pesquisa de vendas para identificá-las.grafico de compras e vendas dicas para melhorar a gestão de estoques

4 – Avalie produtos sem movimentação

Como falei no começo do artigo, o metro quadrado do estoque é um ativo valioso, e não deve ser desperdiçado. Identifique produtos sem movimentação e realize promoções, kits de venda ou, em último caso, os descarte. O espaço que estão ocupando vão gerar receita se armazenar nele produtos de alto giro. Esta ação é indispensável para uma boa gestão de estoques.

5 – Busque fornecedores parceiros

Inevitavelmente, você deixará de atender a necessidade dos clientes pela falta de algum produto, nesse momento ter um bom fornecedor é fundamental. Procure fornecedores com um prazo de entrega estável e leve em consideração ao realizar suas compras. Alguns fornecedores ainda possuem políticas comerciais mais flexíveis e permitem compras menores o que, dependendo do caso, podem facilitar a reposição dos estoques sempre que necessário.

Outro ponto importante na gestão de estoques é o tratamento de produtos defeituosos, que muitas vezes fica a desejar. Tenha uma relação de produtos avariados ou devolvidos e mantenha a prática de enviá-los o quanto antes para os fornecedores que possuem este suporte. Assim você evita perdas financeiras e libera espaço.

E então? Gostou de nossas dicas para melhorar a gestão de seu estoque? Quer saber como utilizar uma ferramenta completa para gestão de seu estoque? Entre em contato conosco.